Cálcio e Vitamina D3, a combinação que auxilia a saúde óssea

Cálcio e Vitamina D3, a combinação que auxilia a saúde óssea

15/09/2020

Cálcio e Vitamina D3, a combinação que auxilia a saúde óssea

O cálcio é um mineral essencial ao corpo humano e responsável pela força e resistência dos ossos e dos dentes.

A vitamina D3 também é fundamental para a saúde dos ossos, porém atua em diversas funções como fortalecimento do sistema imune, produção de hormônios e construção dos músculos.

Relação entre eles

A associação entre vitamina D e cálcio é essencial para a saúde osteoarticular (ossos e articulações), pois um completa a função do outro. O cálcio é o principal mineral na composição dos ossos, mas sozinho ele não consegue desempenhar plenamente seu potencial. Cabe à vitamina D aumentar a absorção do cálcio pelo organismo e, por isso, ambos devem estar sempre juntos.
Segundo a nutricionista Ana Paula Moura, em declaração ao Projeto Cuidados Pela Vida, a vitamina D também pode depender do cálcio, em alguns processos metabólicos. “Para a manutenção da saúde óssea, um nutriente depende da presença do outro. A deficiência de um ou do outro será responsável por doenças como osteopenia e osteoporose”, afirma.

O cálcio e a vitamina D são extremamente importantes para o desenvolvimento de bebês e crianças, já que fortalecem a saúde óssea que nesta fase da vida está em desenvolvimento e crescimento.

Principais fontes de vitamina D e cálcio

Embora ambos sejam essenciais ao corpo humano, eles não são produzidos pelo nosso organismo. A vitamina D deve ser obtida por meio da exposição solar, que é a principal fonte do nutriente, enquanto o cálcio pode ser obtido em alimentos (leite e derivados, espinafre, brócolis, castanha do Pará, dentre outros). A alimentação também é importante no caso da vitamina, com destaque para alimentos como: peixes, frutos do mar, ovo, leite, queijo, cogumelos, fígado e outras carnes. Vale destacar, no entanto, que a absorção de vitamina D pela alimentação representa uma parcela minoritária das necessidades diárias do nutriente.
Em função disso, por mais que essas fontes pareçam ser suficientes tanto no caso da vitamina D quanto do cálcio, é possível que, em alguns casos, os níveis adequados dos nutrientes não sejam atingidos pela alimentação e pela exposição solar, no caso da vitamina D. Sendo assim, suplementos de ambos os nutrientes podem ser recomendados pelo médico, a fim de permitir que o paciente alcance as doses diárias recomendadas. É comum o uso de suplementação de vitamina D em bebês recém-nascidos, já que por mais que eles tomem banho de Sol nos horários apropriados, pode não ser o suficiente para o organismo e a falta da vitamina pode causar atraso no desenvolvimento cognitivo do bebê.
 
A falta de vitamina D e cálcio pode gerar problemas que vão além da saúde óssea. Segundo a especialista, a falta da associação entre vitamina D e cálcio pode trazer prejuízos não somente para a parte óssea, mas com repercussões negativas na saúde do organismo como um todo. “A falta da vitamina D prejudica outros processos metabólicos que o cálcio participa, como: regulação da pressão arterial, processo de coagulação sanguínea, saúde cardíaca e contração muscular”, completa Dra. Ana Paula.

 
Fonte: 
https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/doencas-dos-ossos/relacao-vitamina-d-calcio-saude-ossos

 

 

 

Artigos Relacionados

Outros artigos