Alimentos orgânicos: O que são e quais são os benefícios

Alimentos orgânicos: O que são e quais são os benefícios

28/04/2021

Alimentos orgânicos: O que são e quais são os benefícios

A cada dia mais pessoas buscam uma alimentação saudável e natural com o objetivo de ter mais saúde e qualidade de vida. Com isso, os alimentos orgânicos também vão a cada dia ganhando mais espaço nas prateleiras dos mercados. Inclusive, seu consumo aumentou depois do início da pandemia, segundo o Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável (Organis), o crescimento foi além do esperado, com resultados positivos para o setor.

Mas afinal, o que são alimentos orgânicos?

Basicamente, a principal e mais conhecida característica do sistema de produção de alimentos orgânicos é a não utilização de agrotóxicos, adubos químicos ou substâncias sintéticas. No entanto, o conceito do alimento orgânico ainda vai além. Consiste num sistema produtivo que preza pelo uso responsável do solo, da água, do ar e de todos recursos naturais, respeitando as relações sociais e culturais do meio em que o alimento está sendo produzido.

Ou seja, os alimentos orgânicos são produzidos de forma totalmente natural, livre de intervenções humanas, mudanças genéticas, uso de agrotóxicos ou qualquer produto químico que pode alterar sua composição. Resultando assim, num alimento puro, que oferece ao organismo nutrição e saúde.

Principais benefícios para saúde

Considerando somente a ausência de agrotóxicos e pesticidas já encontramos um bom motivo para comprar suas frutas, legumes e verduras no produtor local e orgânico, não acha? Mas não é só isso, os benefícios dos alimentos orgânicos se estendem às propriedades nutricionais do alimento. Isso porque, o uso de agrotóxicos, antibióticos e outros produtos em busca de grandes produções, alimentos maiores e mais bonitos, afetam a estrutura química dos alimentos e sua qualidade nutricional.

Já os alimentos produzidos de forma natural, no caso de frutas, legumes e verduras, tendem a ser "menos regulares", por não haver intervenção humana em seu desenvolvimento, podem variar de formato, tamanho e cor. No entanto, sempre possuem sabor único e diferenciado. E são eles que apresentam níveis elevados de compostos ativos, nutrientes e antioxidantes, fazendo bem de verdade para sua saúde.

Quais alimentos são orgânicos?

Quando falamos em alimentos orgânicos, rapidamente pensamos em frutas, verduras e legumes, mas na realidade eles vão bem além disso já que, hoje em dia é possível encontrar uma ampla variedade de produtos orgânicos e o mercado cresce a cada temporada, sendo possível encontrar carnes bovinas, carnes de aves e peixes, ovos, leite e derivados, molhos, sucos, chás, cafés e até mesmo Mel e Shoyu Orgânico, aqui na MN Própolis.

Benefícios para a natureza

Outro benefício importantíssimo da cultura de alimentos orgânicos é a preservação do meio ambiente. E se dá pelo simples fato de que se o alimento é livre de agrotóxicos e químicos, o solo e a água também serão. Desta forma, mantendo a terra fértil, os mananciais protegidos e a natureza sem intervenção, garantindo mais saúde e qualidade de vida a nós e a todo ecossistema.

Mais durabilidade, menos desperdício

Não dá para negar que mesmo comprando a quantidade ideal e fazendo o possível para consumir rapidamente, vez ou outra, alguma coisa acaba "passando do tempo" na geladeira e não conseguimos consumir. Isso acontece também porque na agricultura comum são usados produtos especícos para que o alimento amadureça e que pronto para consumo em menos tempo e, esses produtos continuam agindo mesmo após a colheita, fazendo com que o alimento estrague mais rápido. Já os alimentos orgânicos amadurecem no tempo natural e também demoram mais para estragar, diminuindo assim o desperdício de alimentos.

Segundo o portal de notícias R7, em 2020, a média diária de alimentos desperdiçados no Brasil foi de 41 toneladas. Isso mesmo, você não entendeu errado, são 41 toneladas de alimentos jogados fora por dia, num país em que 116 milhões de pessoas estão em situação de insegurança alimentar ou de fome.

Grande responsabilidade por este desperdício são as produções em grande escala, pois estima-se que de tudo que é produzido, 10% já é perdido no manuseio durante a colheita. Na logística e transporte, esse valor sobe para 30%, enquanto no comércio e varejo a perda de alimentos chega a 50%. Claramente com mais produções orgânicas, em menores escalas, atendendo públicos menores e regionais, conseguimos reverter este quadro.

Os alimentos orgânicos, hoje, representam também a esperança de um futuro mais saudável, ecológico e sustentável. Na MN Própolis você encontra uma linha ampla de alimentos orgânicos com qualidade e confiança garantida. Temos extrato de própolis, sprays, pólen apícola, méis, molho shoyu e missô. Visite nosso site, conheça todos os produtos e aproveite para aprender novas receitas saudáveis e conferir as dicas de saúde e bem estar.

 

Referências:

UOL - O que são alimentos orgânicos

Saúde Brasil - Quero me alimentar melhor

Estadão - 10 motivos para escolher os orgânicos

Notícias R7